Controle financeiro


O controle financeiro é indispensável para que as metas e os objetivos da organização sejam alcançados. Afinal, o dinheiro conta muito na hora de concretizar as coisas, não é mesmo?

Mas, o que é importante considerar na hora de organizar as finanças? O que é controle financeiro e qual a sua importância e impacto dentro da rotina de uma empresa? Existe uma fórmula simples e rápida para organizar todos os custos e as receitas?

Se essas são algumas das suas dúvidas e questionamentos, com certeza você está no lugar certo! Confira neste post as principais respostas a essas perguntas e veja ainda dicas sobre como fazer o melhor controle financeiro para o caixa da empresa ficar mais cheio e feliz.

O que é controle financeiro e qual a sua importância?

Controle financeiro é quando você toma nota de absolutamente tudo que entra e sai do caixa da sua empresa. Sem sustos, afinal você sabe exatamente quais são os custos e as receitas, este tipo de controle não só ajuda como também possibilita o planejamento! O controle financeiro é indispensável em todos os tipos de negócio, dos menores aos maiores. Qualquer empreendimento que queira se sobressair no mercado deve ter como primeiro passo tal organização a fim de concretizar todas as suas metas previamente estabelecidas.

5 dicas para um melhor controle financeiro

Agora que você já sabe o que é controle financeiro e sabe um pouco mais da sua grande importância, confira a seguir 5 dicas simples e objetivas para controlar os custos e as receitas da empresa:

1. Conheça a renda do negócio

A primeira dica e passo para fazer o controle financeiro é saber exatamente qual é a renda da empresa. Considere neste tópico somar absolutamente todas as entradas, sejam elas vendas ou outros tipos de rendimento que a empresa pode ter, como lucros em aplicações.

2. Liste todos os custos da rotina da empresa

Depois de saber qual é a renda aproveite para tomar nota de todos os custos diários. Quanto a empresa gasta com compras, fornecedores e materiais de escritório? Quais os custos para manter a empresa aberta? Por exemplo, contas de água e luz? E assim por diante.

3. Faça uma planilha para o controle financeiro

Para facilitar a visualização dos números, opte por trabalhar sempre com uma planilha em que um lado represente todas as entradas, chamadas ainda de ganhos, e o outro com todas as saídas ou despesas. Seja detalhista e some absolutamente tudo, mesmo que o valor pareça pouco significativo! Ao término desta planilha some cada grupo respectivamente.

4. Considere quais gastos podem ser cortados

Os custos estão mais altos do que as receitas ou estão equivalentes? Se você observou que sim é hora de encontrar gastos que podem ser cortados ou pelo menos diminuídos, afinal é indispensável ter uma margem positiva com que trabalhar para suprir certas necessidades fora de hora na empresa. Corte custos e reveja a planilha.

5. Organize e planeje sempre

A última dica é referente a organização e ao planejamento que deve imperar sempre. Uma vez que você fez o controle financeiro, trabalhe-o mês após mês de modo a antever o saldo, pois assim será possível trabalhá-lo de modo mais eficaz e com saldo sempre satisfatório. Além de todas as dicas que foram dadas aqui é preciso ressaltar a importância de ter determinação para que o controle financeiro dê realmente certo. Mais do que vivenciar este controle por apenas um período, é indispensável tornar esses passos parte da rotina da empresa.

Gostou das dicas e das explicações que foram dadas a respeito do controle financeiro? Então aproveite para compartilhar este conteúdo e ajude outras pessoas a organizarem seus custos e receitas também!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *