Estoque é dinheiro… não tenha muito e não deixe faltar!


A correta gestão de estoque é um fator fundamental para qualquer empresa. Afinal, estamos falando de uma das áreas mais importantes do negócio.

Cuidar dele de forma adequada não é fácil. Vários erros podem ser cometidos e acabam influenciando negativamente outras áreas da empresa. Como consequência, no final do mês, prejuízos que poderiam ser evitados aparecerão nas planilhas. Entretanto, com ações simples é possível mudar positivamente a forma como é feito o gerenciamento de estoque de sua empresa e torná-lo mais ágil e eficiente.

Logo a seguir, apontamos algumas das melhores práticas relacionadas à gestão de estoque que poderão ajudá-lo a conquistar mais qualidade nesse setor. Confira:

1.Contabilização do inventário

Ao contabilizar a quantidade disponível de cada produto que está em estoque será possível saber quais investimentos estão parados. Além disso, a contabilização do estoque ajuda no processo de uma boa gestão. Primeiro, identifique a quantidade e depois crie um relatório que o auxilie na tomada de medidas futuras para evitar perdas de dinheiro.

2.Previsão de demanda

Uma gestão de estoque bem feita passa pela boa administração das demandas. Considere também que este ponto é, muitas das vezes, deixado de lado pelas empresas.

Isso termina por gerar prejuízos e perdas de vendas. Analisar periodicamente as demandas é indicado especialmente porque ao fazer isso será possível recalcular o planejamento de estoque e focar naquilo que está trazendo mais resultados em termos de fechamento de negócios.

3.Limpeza de estoque​​​​

Definir períodos para avaliar e separar itens que entram na lista dos produtos obsoletos é interessante. Pode-se fazer isso também com aqueles produtos que não apresentaram movimentação nos últimos meses. Nesses casos, procure fazer promoções ou criar combos para os clientes com os itens que estão um pouco ultrapassados.

Se não der, mande para a reciclagem ou até mesmo para a lixeira. O fundamental aqui é se desfazer daquilo que não poderá ser aproveitado de forma a não fazer com que seu estoque seja caracterizado como um armazém de produtos inúteis.

Provavelmente, ao fazer uma limpeza de estoque o gestor perceberá o quanto de espaço foi possível conseguir. Além disso, promoções e combos costumam trazer um retorno interessante para o negócio ajudando até mesmo na fidelização dos clientes.

4.Planeje as contas

Com certeza você já deve ter ouvido que estoque parado é dinheiro parado. Pois bem, isso é a mais pura verdade. Ao fazer o reabastecimento do estoque, não considere somente a quantidade atual, analise também o histórico de movimentação com base em fatores importantes como sazonalidade e tempo de permanência.

Para ajudá-lo nesse sentido vale uma consulta ao relatório de oferta e demanda para que suas compras sejam mais eficientes. Assim, você estará evitando que determinados investimentos deixem de ser feitos em algo necessário ou pior, que o estoque fique parado.

5.Software de gestão

O ideal é que sua empresa nunca tenha muitos produtos em estoque que fiquem ultrapassados ocasionando prejuízos ou muito pouco, o que vai fazer você perder oportunidades de vendas. Nesse sentido, usar um bom software de gestão é uma ideia muito interessante.

Por meio dele será possível acompanhar facilmente quais são os produtos com maior e menor saída, déficit de materiais, entre tantos outros aspectos.

Além disso, é possível definir quem pode ou não fazer alterações (como dar baixa nos produtos) otimizando e concentrando as atividades em colaboradores treinados para este fim. Como vimos, com algumas simples ações é possível melhorar o estoque de qualquer empresa. Dar um passo de cada vez trará resultados a médio e longo prazo. Pense nisso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *